Plantas resistentes ao frio

Existem 170 produtos.

Mostrando 1-15 de um total de 170 artigo(s)

Planta resistente ao frio e geada
Sementes de ALHO SOCIAL...

Sementes de ALHO SOCIAL...

Preço 1,95 € (SKU: MHS 85)
,
5/ 5
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" /> <h2><strong>Sementes de ALHO SOCIAL (Tulbaghia violacea)</strong></h2> <h2><span style="color: #ff0000;"><strong>Preço para o pacote de 10 sementes.</strong></span></h2> <p>A Tulbaghia violacea, também conhecida como agapanthus rosa, é uma planta da família das Alliaceaes, a mesma família de bulbos que utilizamos na nossa alimentação como a cebola e o alho.</p> <p>São nativas de diversas regiões do sul do continente Africano, porém se naturalizaram em diversos locais da África e no México. Quando adultas atingem 50 a 80 cm de altura e aproximadamente 30 cm de largura.</p> <p>A folhagem densa e estreita torna a planta atraente mesmo quando não está em floração. As flores em tons de rosa e lilás são perfumadas e aparecem geralmente na metade do verão até a metade do outono.</p> <p>Além de ser utilizada como erva medicinal, a tulbaghia, como outras plantas da família, é excelente para afastar pragas do jardim, que não gostam do odor emitido pelas folhas.</p> <p>São plantas perenes, isto é, durarão diversos anos em seu jardim.</p>
MHS 85 (10 S)
Sementes de ALHO SOCIAL (Tulbaghia violacea)

Planta resistente ao frio e geada
Sementes de morango Alba

Sementes de morango Alba

Preço 1,85 € (SKU: V 1 A)
,
5/ 5
<!DOCTYPE html> <html> <head> <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" /> </head> <body> <h2><strong>Sementes de morango Alba</strong></h2> <h2><strong><span style="color: #ff0000;">Preço para o pacote de 100 (0.06g) sementes.</span></strong></h2> <p>Os morangos Alba são muito grandes, longos e uniformes. A forma é atraente, polpa de frutas muito firme e vermelho vivo. Os morangos têm um cheiro bom e um sabor excelente. As plantas Alba são muito fortes, são imunes a quase todas as doenças comuns. As plantas têm um bom período de maturação concentrado. Os morangos são fáceis de escolher. As plantas são suscetíveis ao herbicida. Os frutos já podem ser colhidos em maio.</p> <p>Morangueiro é o nome comum de um conjunto de espécies, com seus híbridos e cultivares, do género Fragaria L., que produz o morango, incluindo um conjunto alargado de espécies e variedades silvestres. Existem mais de 20 espécies do género Fragaria que recebem a designação comum de morangueiro, com ampla distribuição nas zonas temperadas e sub-tropicais.</p> <p>Apesar de algumas diferenças anatómicas típicas, a classificação das espécies assenta essencialmente sobre o número de cromossomas, sendo que existem sete tipos básicos de cromossomas que todas as espécies e seus híbridos possuem em comum. A grande distinção resulta do grau de poliploidia que as espécies exibem.</p> <p>Algumas espécies são diploides, isto é têm dois conjuntos dos sete cromossomas básicos (14 cromossomas no total), outras são tetraploides (quatro conjuntos, 28 cromossomas), hexaploides (seis conjuntos, 42 cromossomas), octoploides (oito conjuntos, 56 cromossomas) ou decaploides (dez conjuntos, 70 cromossomas).</p> <p>Como regra geral, embora com algumas excepções notáveis, as espécies de morangueiro com mais cromossomas tendem a ser mais robustas e maiores, produzindo também em geral morangos maiores.</p> <p>O morango é rico em vitamina C e, por isso, o consumo da fruta evita a fragilidade dos ossos e a má formação dos dentes. Ele também dá resistência aos tecidos, age contra infecções, ajuda a cicatrizar ferimentos e evita hemorragias. O morango também possui, em menor quantidade, vitamina B5, conhecida como niacina. Ela tem a função de evitar problemas de pele, do aparelho digestivo e do sistema nervoso. Na fruta, também é encontrado ferro, que faz parte da formação do sangue.</p> <p>É um pseudofruto, pois na verdade, o verdadeiro fruto são os "pontos pretos" ao redor do morango, porém, todo o útero do morango se torna carnoso e suculento.</p> <h2 class="h1 product-detail-name"><a href="https://www.seeds-gallery.shop/pt/inicio/como-crescer-morangos-de-sementes.html" target="_blank" rel="noreferrer noopener">Como Crescer Morangos De Sementes</a></h2> </body> </html>
V 1 A
Sementes de morango Alba

Planta resistente ao frio e geada
Sementes de Mirtilo Gigante "DUKE" (Vaccinium corymbosum)

Sementes de Mirtilo Gigante...

Preço 1,95 € (SKU: V 194 D)
,
5/ 5
<!DOCTYPE html> <html> <head> <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" /> </head> <body> <h2><strong>Sementes de Mirtilo Gigante DUKE (Vaccinium corymbosum)</strong></h2> <h2><span style="color: #ff0000;"><strong>Preço por pacote de 50 (0,015g) sementes.</strong></span></h2> <p>Outros nomes comuns: Mirtilo, Mirtilo Gigante, Mirtilo Gigante Americano.</p> <p>Os mirtilos Duke são a principal variedade de mirtilos com maturação precoce (as frutas começam a amadurecer no início de junho). É conhecida por seus altos rendimentos (uma planta da Duke pode produzir mais de 9 kg (20 lbs) de frutas de qualidade e tamanho uniforme. O sabor suave da Duke parece melhorar com o armazenamento a frio.</p> <p>Manter o vigor da planta dos mirtilos Duke pode ser um desafio por um longo período de tempo. Os produtores devem escolher um local de crescimento de qualidade e empregar continuamente boas práticas culturais.</p> <p>O mirtilo Duke é um dos principais candidatos para colheita mecânica, vendas frescas e de processos.</p> </body> </html>
V 194 D
Sementes de Mirtilo Gigante "DUKE" (Vaccinium corymbosum)

Planta resistente ao frio e geada
Sementes de Ginseng Indiano - Ashwagandha (Withania Somnifera) 1.95 - 8

Sementes de Ginseng Indiano...

Preço 1,95 € (SKU: MHS 61)
,
5/ 5
<h2><strong>Sementes de Ginseng Indiano - Ashwagandha (Withania Somnifera)</strong></h2> <h2><span style="color: #ff0000;"><strong>Preço para Pacote de 10 sementes.</strong></span></h2> <p>Planta ou pequeño arbusto originaria da India, considerada medicinalmente como uma das plantas mais importantes do subcontinente indiano. Relativamente desconhecida no Ocidente, a ashwagandha é apreciada na medicina aiurvédica há mais de 4000 anos. Muitas vezes comparada ao ginseng, é mais um sedativo do que um estimulante. A sua ação calmante e reconstituinte ajuda a aliviar o stress e a exaustão.</p> <p>Um dos nomes populares da Withania somnifera, Cheiro-de-Cavalo, faz alusão à virilidade do cavalo, tal como é a energia que a planta proporciona a quem a consome.</p> <p>Historicamente, a planta tem sido usada como um afrodisíaco, tonificador do fígado, agente anti-inflamatório, adstringente e, mais recentemente para o tratamento de bronquite, asma, úlceras, caquexia, insónia, e demência senil.</p> <p>Os ensaios clínicos em animais e apoiam a investigação para sua utilização para o tratamento da ansiedade, e distúrbios cognitivos e neurológicos, inflamação e doença de Parkinson.</p><script src="//cdn.public.n1ed.com/G3OMDFLT/widgets.js"></script>
MHS 61 (10 S)
Sementes de Ginseng Indiano - Ashwagandha (Withania Somnifera) 1.95 - 8

Planta resistente ao frio e geada
Sementes De Cereja Doce - Cerejeira Brava 1.45 - 5

Sementes de Cereja Doce...

Preço 1,85 € (SKU: V 98)
,
5/ 5
<h2><strong>Sementes de Cereja Doce - Cerejeira Brava (Prunus Avium)</strong></h2> <h2><span style="color: #ff0000;"><strong>Preço para o pacote de 10 sementes.</strong></span><span><strong><br></strong></span></h2> <p>Vernáculo da Prunus avium . Destaca-se em anéis papiráceos, folhas grandes, flores em umbelas sésseis, pétalas brancas e drupa globosa e doce.</p> <p>Esta árvore é muito cultivada pelo seu fruto, pela razão de ser apreciada pela maioria das pessoas.</p> <p>Espécie de crescimento rápido, facilmente adaptável, de flores perfumadas, frutas comestíveis, atrai pássaros e borboletas, tolerante ao frio,</p> <p>arvore de sombra, árvore de corte.</p> <p>&nbsp;Na natureza pode atingir 20 metros de altura, mas no cultivo doméstico costuma atingir entre 6 - 9m.</p> <p>Árvore de folha caduca, nativa da Europa e da Ásia.</p> <p>Esta espécie deu origem a muitos cultivares de cereja doce vendidos no comércio hoje para a produção de frutas, como o popular Bing Cherry.</p> <p>Perfumadas flores brancas de 4 cm aparecem isoladamente ou em 3-5 cachos floridos na primavera pouco antes da folhagem surgir.</p> <p>As flores são seguidos pelas frutas que amadurecem no início do verão.</p> <p>As folhas são ovais, sem brilho, verdes escuras de 6 centímetros de comprimento e ficam amarelas&nbsp; na época em que caem.</p> <p>Frutas muito amadas pelos pássaros, isso deu origem ao nome "Avium", que no latim significa pássaros.</p> <p>Sua madeira dura, marrom-avermelhada (cerejeira) é valorizada como uma madeira para corte, para fabricação de móveis e de instrumentos musicais.</p><script src="//cdn.public.n1ed.com/G3OMDFLT/widgets.js"></script>
V 98 (2g)
Sementes De Cereja Doce - Cerejeira Brava 1.45 - 5

Planta gigante (com frutos gigantes)

Planta resistente ao frio e geada
Sementes De Cereja Doce...

Sementes De Cereja Doce...

Preço 1,95 € (SKU: V 98 G)
,
5/ 5
<h2><strong>Sementes De Cereja Doce Gigante - Cerejeira Brava</strong></h2> <h2><span style="color: #ff0000;"><strong>Preço para o pacote de 10 sementes.</strong></span></h2> <p><strong>Os frutos desta cereja doce são duas vezes maior do que qualquer outra variedade!</strong></p> <p>Vernáculo da Prunus avium . Destaca-se em anéis papiráceos, folhas grandes, flores em umbelas sésseis, pétalas brancas e drupa globosa e doce.</p> <p>Esta árvore é muito cultivada pelo seu fruto, pela razão de ser apreciada pela maioria das pessoas.</p> <p>Espécie de crescimento rápido, facilmente adaptável, de flores perfumadas, frutas comestíveis, atrai pássaros e borboletas, tolerante ao frio,</p> <p>arvore de sombra, árvore de corte.</p> <p>&nbsp;Na natureza pode atingir 20 metros de altura, mas no cultivo doméstico costuma atingir entre 6 - 9m.</p> <p>Árvore de folha caduca, nativa da Europa e da Ásia.</p> <p>Esta espécie deu origem a muitos cultivares de cereja doce vendidos no comércio hoje para a produção de frutas, como o popular Bing Cherry.</p> <p>Perfumadas flores brancas de 4 cm aparecem isoladamente ou em 3-5 cachos floridos na primavera pouco antes da folhagem surgir.</p> <p>As flores são seguidos pelas frutas que amadurecem no início do verão.</p> <p>As folhas são ovais, sem brilho, verdes escuras de 6 centímetros de comprimento e ficam amarelas&nbsp; na época em que caem.</p> <p>Frutas muito amadas pelos pássaros, isso deu origem ao nome "Avium", que no latim significa pássaros.</p> <p>Sua madeira dura, marrom-avermelhada (cerejeira) é valorizada como uma madeira para corte, para fabricação de móveis e de instrumentos musicais.</p><script src="//cdn.public.n1ed.com/G3OMDFLT/widgets.js"></script>
V 98 G (3,5g)
Sementes De Cereja Doce Gigante

Planta resistente ao frio e geada

Sementes de Amora-Artica...

Sementes de Amora-Artica...

Preço 3,85 € (SKU: V 100 RC)
,
5/ 5
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" /> <h2><strong>Sementes de Amora-Artica (Rubus chamaemorus)</strong></h2> <h2><span style="color: #f60404;"><strong>Preço para o pacote de 5 sementes.</strong></span></h2> <p>A<span> </span><b>amora-branca-silvestre</b>, também conhecida como<span> </span><b>amora-ártica</b><span> </span>ou<span> </span><b>framboesa-amarela</b><sup id="cite_ref-1" class="reference"><span>[</span>1<span>]</span></sup><span> </span>(<i>Rubus chamaemorus</i>) é uma espécie de crescimento lento do género<span> </span><i>Rubus</i><span> </span>e que produz um fruto particularmente saboroso. O seu nome científico provém do<span> </span>grego<span> </span><i>chamai</i><span> </span>("anã") e<span> </span><i>morus</i><span> </span>("amora").</p> <p>A amora-branca-silvestre chega a atingir 10–25 cm de altura. As suas<span> </span>folhas<span> </span>são alternadas, frágeis, palmadas e dispõem-se em<span> </span>caules<span> </span>erectos sem ramos. depois da<span> </span>polinização, as suas flores brancas (por vezes com laivos avermelhados) formam<span> </span>amoras<span> </span>do tamanho de<span> </span>framboesas, unindo em si de 5 a 25 pequenas drupas, inicialmente de um vermelho pálido que se torna cor de<span> </span>âmbar<span> </span>no início do outono.</p> <h2><span class="mw-headline" id="Distribuição">Distribuição</span></h2> <p>As amoras-brancas-silvestres são espontâneas no<span> </span>hemisfério norte<span> </span>entre os<span> </span>55°N<span> </span>e os<span> </span>78°N, dispersando-se a sul até aos<span> </span>44°N, principalmente em<span> </span>áreas montanhosas. Na<span> </span>Europa<span> </span>e na<span> </span>Ásia, crescem nos<span> </span>países nórdicos, nas<span> </span>charnecas<span> </span>da<span> </span>Grã-Bretanha<span> </span>e<span> </span>Irlanda, nos<span> </span>países Bálticos<span> </span>e na<span> </span>Rússia<span> </span>setentrional oriental até ao<span> </span>Oceano Pacífico. Pequenas populações foram ainda encontradas mais a sul, como vestígio das<span> </span>eras glaciares, como nos vales alemães do<span> </span>Weser<span> </span>e do<span> </span>Elba, onde são protegidas por lei. Na América do Norte, existem no Canadá e no Alasca e, menos, no norte dos estados do<span> </span>Minnesota,<span> </span>New Hampshire,<span> </span>Maine, além da pequena população de<span> </span>Long Island,<span> </span>Nova Iorque.</p> <p>Nascem em<span> </span>pântanos<span> </span>e outros terrenos alagadiços, como<span> </span>estuários, e requerem exposição solar e<span> </span>solo<span> </span>ácido<span> </span>(entre 3,5 e 5 de<span> </span><i>p</i>H). Suportam facilmente temperaturas baixas (até menos de - 40 °C), mas são sensíveis ao<span> </span>sal<span> </span>e à falta de água.</p> <h2><span id="Propaga.C3.A7.C3.A3o"></span><span class="mw-headline" id="Propagação">Propagação</span></h2> <div class="thumb tleft"> <div class="thumbinner"><img alt="Sementes de Amora-Artica (Rubus chamaemorus)" src="https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/f/f2/Moltebeere_Fruchtstand.jpg/250px-Moltebeere_Fruchtstand.jpg" decoding="async" width="250" height="188" class="thumbimage" srcset="//upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/f/f2/Moltebeere_Fruchtstand.jpg/375px-Moltebeere_Fruchtstand.jpg 1.5x, //upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/f/f2/Moltebeere_Fruchtstand.jpg/500px-Moltebeere_Fruchtstand.jpg 2x" data-file-width="1280" data-file-height="960" title="Sementes de Amora-Artica (Rubus chamaemorus)" /> <div class="thumbcaption"> <div class="magnify"></div> Amora-branca-silvestre, ainda em processo de maturação, e folhagem</div> </div> </div> <p>Ao contrário de muitas espécies do género<span> </span><i>Rubus</i>, a amora-branca-selvagem não procede à<span> </span>auto-polinização, havendo variedades masculinas e femininas (espécie<span> </span>dioica). A<span> </span>disseminação de sementes<span> </span>faz-se pelo consumo dos frutos por animais (principalmente<span> </span>aves) que eliminam as<span> </span>sementes, não digeríveis juntamente com as<span> </span>fezes. Também se<span> </span>propagam assexuadamente<span> </span>através de extensões do seu<span> </span>rizoma.</p> <p>Apesar da procura cada vez maior no mercado das frutas silvestres, principalmente na<span> </span>Noruega, a amora-branca-silvestre é, essencialmente, uma planta silvestre.</p> <p>Desde meados da<span> </span>década de 1990<span> </span>que a amora-branca-silvestre é objecto do Projecto de Pesquisa "Northberry". O governo norueguês, em cooperação com a<span> </span>Finlândia,<span> </span>Suécia<span> </span>e<span> </span>Escócia, têm prosseguido o objectivo de incrementar a produção comercial de vários frutos silvestres. A Noruega importa cerca de 200 a 300 toneladas de amoras-brancas-silvestres por ano, da Finlândia. Desde<span> </span>2002<span> </span>que algumas cultivares estão à disposição de produtores agrícolas, principalmente as variedades "Apolto" (macho), "Fjellgull" (fêmea) e "Fjordgull" (fêmea). A planta é principalmente cultivada na região ártica, onde poucas espécies podem ser cultivadas - é o caso da costa setentrional da Noruega.</p> <h2><span class="mw-headline" id="Uso">Uso</span></h2> <div class="thumb tleft"> <div class="thumbinner"><img alt="Sementes de Amora-Artica (Rubus chamaemorus)" src="https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/8/80/Moltebeere_Bluete.JPG/200px-Moltebeere_Bluete.JPG" decoding="async" width="200" height="267" class="thumbimage" srcset="//upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/8/80/Moltebeere_Bluete.JPG/300px-Moltebeere_Bluete.JPG 1.5x, //upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/8/80/Moltebeere_Bluete.JPG/400px-Moltebeere_Bluete.JPG 2x" data-file-width="960" data-file-height="1280" title="Sementes de Amora-Artica (Rubus chamaemorus)" /> <div class="thumbcaption"> <div class="magnify"></div> Flor</div> </div> </div> <p>Os frutos maduros têm uma cor âmbar, amarelo-dourado, são suaves e suculentos. São particularmente ricos em<span> </span>vitamina C. Quando comidos frescos, têm um sabor picante distinto. São usados na produção de<span> </span>compotas, sumos, tartes e licores. Na Finlândia são comidas com "Leipäjuusto" (um tipo de<span> </span>queijo<span> </span>regional) e muito açúcar. Na Suécia, são usadas em<span> </span>compotas<span> </span>ou coberturas em<span> </span>gelados. No<span> </span>Canadá<span> </span>também são usadas para compota, mas em menor escala que na<span> </span>Escandinávia.</p> <p>Devido ao seu elevado conteúdo em vitamina C, o fruto é muito estimado por marinheiros nórdicos e pelos<span> </span>Inuit, como protecção contra o<span> </span>escorbuto. São ainda ricos em<span> </span>ácido benzoico<span> </span>que age como um conservante natural.</p> <p>Na medicina tradicional escandinava, as folhas são utilizadas em chás, benéficos no caso de<span> </span>infecções do tracto urinário.</p> <p>A planta serve ainda de alimento a algumas larvas de<span> </span>lepidópteros, como é o caso da<span> </span><i>traça-imperial</i>.</p>
V 100 RC (5 S)
Sementes de Amora-Artica (Rubus chamaemorus)

Planta resistente ao frio e geada
Sementes de Kiri Japonês 1.95 - 5

Sementes de Kiri Japonês

Preço 1,95 € (SKU: T 14 T)
,
5/ 5
<!DOCTYPE html> <html> <head> <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" /> </head> <body> <h2>Sementes de Kiri Japonês (Paulownia tomentosa)</h2> <h2><span style="color: #ff0000;">25 Sementes em pacote.</span></h2> <div> <div>Árvore descícua (que perde suas folhas em determinada época do ano), de rápido crescimento e resistente à uma grande variedade de solos, inclusive adapta-se muito bem ao ambiente urbano. <span>É originária da China central e ocidental, porém encontra-se largamente difundida pelos EUA e Canadá.</span></div> <div>Pode crescer até quase 1 metro por ano, chegando a medir entre 10 e 18 metros de altura. Ao contrário das outras árvores da crescimento rápido, esta espécie pode viver até 100 anos.</div> <div>Esta árvore é notável por sua floração, que ocorre na Primavera e recobre os galhos da planta, sem folhas, com inúmeros grupos de pequenas flores roxas e com cheiro semelhante à baunilha, muito aromáticas.</div> <div>É uma excelente opção para jardins, praças, parques, campos. É conhecida por trazer sorte e fortuna e por este motivo é muito plantada na frente das casas na China e Japão.</div> <div> <p>Uma curiosidade interessante, é que na China e no Japão, quando nasce uma menina, os pais plantam uma Paulownia para ela e, quando ela se casa, fazem um baú de casamento com a madeira da árvore. É também plantada próxima à entrada das casas, pois acredita-se que traz boa sorte.</p> </div> <div>Germinação:</div> <div>- Apenas espalhe as sementes sobre a superfície de um substrato leve, bem drenado e com um pouco de matéria orgânica. Não cubra as sementes!</div> <div>- Cubra o vaso com plástico transparente e deixe em local bastante iluminado, exceto luz direta do sol (lâmpadas fluorescentes funcionam muito bem), e sob temperaturas de 20 a 25¢ªC.</div> <div> <p>- Germina em 10 a 28 dias.</p> </div> <div>Solo, local e informações de cultivo:</div> <div>Umidade: média.</div> <div>Temperatura: 5-28¢ªC (climas temperados, subtropicais, tropicais e tropicais de altitude).</div> <div>Luz: sol pleno.</div> <div>Solo: qualquer substrato que retenha água, tenha boa drenagem e seja fértil é suficiente. Se seu substrato não tiver muita aeração, deve incluir areia, perlita, vermiculita ou turfa. Se seu substrato não tiver muita fertilidade, deve incluir matéria orgânica como humus, terra vegetal ou outros adubos naturais.</div> <div>pH do solo: 6 a 8</div> <div>Irrigação: irrigue regularmente.</div> <div>Para ser plantada em exteriores.</div> <div>Excelente para árvore para bosques e jardins frontais.</div> <div>Excelente opção para bonsais.</div> <div> Fully hardy to -25°C</div> <div> <table cellspacing="0" cellpadding="0" border="1"> <tbody> <tr> <td colspan="2" width="100%" valign="top"> <p><span><strong>Sowing Instructions</strong></span></p> </td> </tr> <tr> <td valign="top" nowrap="nowrap"> <p><span><strong>Propagation:</strong></span></p> </td> <td valign="top"> <p><span>Seeds</span></p> </td> </tr> <tr> <td valign="top" nowrap="nowrap"> <p><span><strong>Pretreat:</strong></span></p> </td> <td valign="top"> <p><span>0</span></p> </td> </tr> <tr> <td valign="top" nowrap="nowrap"> <p><span><strong>Stratification:</strong></span></p> </td> <td valign="top"> <p><span>0</span></p> </td> </tr> <tr> <td valign="top" nowrap="nowrap"> <p><span><strong>Sowing Time:</strong></span></p> </td> <td valign="top"> <p><span>all year round </span></p> </td> </tr> <tr> <td valign="top" nowrap="nowrap"> <p><span><strong>Sowing Depth:</strong></span></p> </td> <td valign="top"> <p><span>Light germinator! Only sprinkle on the surface of the substrate + slightly press on</span></p> </td> </tr> <tr> <td valign="top" nowrap="nowrap"> <p><span><strong>Sowing Mix:</strong></span></p> </td> <td valign="top"> <p><span>Coir or sowing mix + sand or perlite</span></p> </td> </tr> <tr> <td valign="top" nowrap="nowrap"> <p><span><strong>Germination temperature:</strong></span></p> </td> <td valign="top"> <p><span>22-25°C</span></p> </td> </tr> <tr> <td valign="top" nowrap="nowrap"> <p><span><strong>Location:</strong></span></p> </td> <td valign="top"> <p><span>bright + keep constantly moist not wet</span></p> </td> </tr> <tr> <td valign="top" nowrap="nowrap"> <p><span><strong>Germination Time:</strong></span></p> </td> <td valign="top"> <p><span>4-6 weeks</span></p> </td> </tr> <tr> <td valign="top" nowrap="nowrap"> <p><span><strong>Watering:</strong></span></p> </td> <td valign="top"> <p><span>Water regularly during the growing season</span></p> </td> </tr> <tr> <td valign="top" nowrap="nowrap"> <p><span><strong> </strong></span></p> </td> <td valign="top"> <p><br /><span><em>Copyright © 2012 Seeds Gallery - Saatgut Galerie - Galerija semena. </em><em>All Rights Reserved.</em><em></em></span></p> </td> </tr> </tbody> </table> </div> </div> </body> </html>
T 14 T
Sementes de Kiri Japonês 1.95 - 5

Planta resistente ao frio e geada
Dwarf Tamarillo Seeds 2.5 - 5

Sementes de Eucalipto de...

Preço 2,50 € (SKU: T 7)
,
5/ 5
<!DOCTYPE html> <html> <head> <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" /> </head> <body> <h2><span style="font-size: 14pt;"><strong>Sementes de Eucalipto de Gun (Eucalyptus gunnii)</strong></span></h2> <h2><span style="color: #ff0000; font-size: 14pt;"><strong>10 Sementes em pacote.</strong></span></h2> <div> <div>A folhagem verde azulado do eucalipto de Gunn (Eucalyptus gunii) é muito odorífera. Aliás, é muito utilizada nas composições florais. A casca verde, cinzenta ou laranja, desprendendo-se em grandes filetes, deixa ver zonas com uma cor creme. Este eucalipto é uma lindíssima árvore de parque para plantar em isolado ou em grupo, a trabalhar em caule ou em tufo. O eucalipto de Gunn é também muito utilizado para a produção de pasta de papel. O óleo essencial extraído das suas folhas têm propriedades benéficas nas vias respiratórias.</div> <div>Lista dos Eucaliptos:</div> <div>Eucalipto com pequenas folhas (Eucalyptus parvifolia) : </div> <div>Porte estendido, tamanho adulto : 12 métros.</div> <div>Eucalipto das Neves (Eucalyptus niphophila) : </div> <div>Folhas muito alongadas, altura adulta : 7 metros.</div> <div>Origens geográficas: Tasmânia.</div> <div>Dimensão adulta: Altura até 25 metros, largura até 15 metros.</div> <div>Folhagem: Persistente.</div> <div>Tipo de solo: Todos</div> <div>Clima: Resiste no estado adulto até -18°C (muito mais sensível no estado juvenil).</div> <div>Exposição: Sol.</div> <div> <p>Velocidade de crescimento: Até 1 metro desde o primeiro ano.</p> </div> <div> <div>Sowing:</div> <div>Germination: Indoors, lightly Cover with uncompacted soil Water well. Keep in a sunny position.</div> <div>Contains seeds(black) and growth medium(brown).Use mixture: DON’T separate out seeds.</div> <div>Sowing into containers:</div> <div>Germination: Indoors, lightly Cover with uncompacted soil Water well. Keep in a sunny position.</div> <div>Contains seeds(black) and growth medium(brown).Use mixture: DON’T separate out seeds.</div> <div>, well drained and sterile compost. (John Innes or 50% multi-purpose and 50% perlite or coarse grit.). Cover with sieved compost or vermiculite. Provide bottom heat if possible. and cover pots with plastic or glass to retain moisture and humidity and protect the seed. Keep moist at all times.</div> <div>When large enough to handle, transplant/prick out each seedling in its own pot of multi-purpose compost. Seedlings in shallow seed trays need transplanting promptly, handling them carefully by holding the seed leaves, rather than the emerging true adult leaves. Seedlings in root trainers can be left a little longer before transplanting, allowing their roots to fill the module, and then transplanting the whole plug of roots and compost in one go.</div> <div>Cultivation:</div> <div>Water regularly, as needed, and feed with liquid fertiliser every month, growing the seedlings on into small plants. The following spring or summer, when the plants are more robust, harden off for 10-14 days before planting out.</div> <div>Plant them out into the garden in late summer to early autumn, giving them the winter to settle their roots into the soil before coming into active growth the following spring. Best grown in sunny sheltered spots. Cold winds are more injurious than frost.</div> <div>Planting guide:</div> <div>Water pot thoroughly and allow to drain. If planting in a lawn, remove a circle of turf 60cm (24in) across. Dig a hole twice the size of the pot and fork over the base, incorporating a handful of general fertiliser and a bucketful of planting compost. Drive in a tree stake a little off-centre. Remove the pot and tease out any matted roots. Position the tree against stake with top of root ball level with surrounding soil. Replace remaining soil, firming-in well. Secure tree to stake with adjustable strap. Water thoroughly, then once a week during the first growing season and during dry spells while the tree is establishing. Garden-grown specimens should not require regular feeding.</div> <div>Container Specimens:</div> <div>Grow in any good multi-purpose potting media or soil-based ones such as John Innes No 2 or No 3. Adding up to 30 percent by volume of coarse grit is often helpful. They benefit from monthly feeding with a balanced liquid fertiliser. Keep the compost moist during the growing season and reduce watering in winter. Repot every two years.</div> <div>Pruning:</div> <div>Requires minimal pruning if grown as a tree, removing any broken, diseased or crossing branches in late autumn or winter. For the best juvenile foliage, prune in early spring cutting back the stems to two or three buds above the base.</div> <div>Plant uses:</div> <div>Containers, Flower Arranging, Architectural, Sub-Tropical, Foliage Specimen.</div> <div>Other Uses:</div> <div>When crushed, the leaves produce a scented natural oil which is often used for cleaning and as a natural insecticide. Natural Dyes from the leaves &amp; bark can give pretty colours, usually ranging from tan &amp; yellow through to rust &amp; red. It is also used for producing paper.</div> <div>Nomenclature:</div> <div>Eucalyptus (From Greek, meaning "well covered") is a diverse genus of trees (and a few shrubs), the members of which dominate the tree flora of Australia.</div> <div> <p>There are more than seven hundred species of Eucalyptus, mostly native to Australia, with a very small number found in adjacent parts of New Guinea and Indonesia and one as far north as the Philippines islands.</p> </div> <div>Many, but far from all, are known as gum trees in reference to the habit of many species to exude copious sap from any break in the bark (e.g. Scribbly Gum).</div> <div>Flowers:           July to October, white to cream, (not often seen in the UK)</div> <div>Foliage:           Fragrant, elliptic, grey-green horizontal branches</div> <div>Height:             15-20m (15-20ft) if unpruned in 15-20 years. Broadly conical.</div> <div>Spread:            8-12m (12-15ft) if unpruned in 15-20 years</div> <div>Soil type:         Prefers neutral to slightly acidic soil that doesn't dry out</div> <div>Position:          Full sun to part shade</div> </div> </div> </body> </html>
T 7
Dwarf Tamarillo Seeds 2.5 - 5

Planta resistente ao frio e geada
Sementes de Jostaberry...

Sementes de Jostaberry...

Preço 1,85 € (SKU: V 146)
,
5/ 5
<!DOCTYPE html> <html> <head> <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" /> </head> <body> <h2><strong>Sementes de Jostaberry (Ribes × nidigrolaria)</strong></h2> <h2><span style="color: #f60404;"><strong>Preço para o pacote de 5 sementes.</strong></span></h2> <p>O<span> </span><b>Jostaberry</b><span> </span>(<span> </span><i>Ribes</i><span> </span>×<span> </span><i>nidigrolaria</i><span> </span>) é um arbusto de frutas complexo-cross no gênero<span> </span><i>Ribes</i><span> </span>, envolvendo três espécies originais, a groselha negra<span> </span><i>R. nigrum</i><span> </span>, o litoral de groselha negra norte-americano<span> </span><i>R. divaricatum</i><span> </span>, ea groselha Europeia<span> </span><i>R. uva-crispa</i><span> </span>. É semelhante ao<span> </span><i>Ribes × culverwellii</i><span> </span>, o Jochelbeere, que é descendente de apenas duas dessas espécies,<span> </span><i>R. nigrum</i><span> </span>e<span> </span><i>R. uva-crispa</i><span> </span>.</p> <h2><span class="mw-headline" id="Description">Descrição</span></h2> <p>As plantas cultivadas são<span> </span>tetraplóides<span> </span>. Eles são descendentes de dois cruzamentos de primeira geração separadas, ambos os quais produziram muito poucos frutos. Tetraplóides férteis foram produzidas utilizando<span> </span>a colchicina<span> </span>. O nome<span> </span><i>Jostaberry</i><span> </span>foi criado através da combinação das palavras alemãs para cassis e groselha, nomeadamente<span> </span><i>Johannisbeere</i><span> </span>( "Jo") e<span> </span><i>Stachelbeere</i><span> </span>( "Sta"). Após pronúncia alemã de "J", que pode ser pronunciado "yostaberry" em Inglês. A primeira cultivar foi disponibilizado ao público em 1977. Um número de variedades foram desenvolvidas desde então por vários desenvolvedores.</p> <p>A quase preto<span> </span>baga<span> </span>, que é menor do que uma groselha e um pouco maior do que um de groselha preta, é comestível crus e cozidos. Ele é descrito como tendo um gosto intermédia entre uma groselha e um groselha, groselha com o sabor mais dominante na fruta verde, e as notas de groselha em desenvolvimento como os frutos amadurecem. A fruta madura irá travar no arbusto em boas condições até o final de verão, mas é muito popular com pássaros. O fruto um pouco imaturo pode ser usado em receitas culinárias como uma groselha. Como groselhas a fruta congela bem, e como muitos outros membros do gênero<span> </span><i>Ribes</i><span> </span>é rico em<span> </span>vitamina C<span> </span>.</p> <p>A produção comercial de jostaberries é limitado, porque eles não são adequados para a colheita mecânica. Em comparação com a maioria dos outros frutos, colhendo jostaberries é relativamente trabalhoso por quilograma. Embora mais difícil de arrancar de groselhas, a planta é sem espinhos.</p> <p>A própria planta cresce a uma altura máxima de cerca de 2 m, a floração, em meados de mola, com o ajuste da fruta e amadurecimento sobre um calendário semelhante ao groselha. A planta apresenta<span> </span>vigor híbrido<span> </span>, crescente e frutificação bem e sendo resistente a um número de doenças comuns que afligem outro<span> </span><i>Ribes</i><span> </span>. Em particular a planta é resistente ao<span> </span>mofo americano groselha<span> </span>,<span> </span>mancha groselha<span> </span>,<span> </span>ferrugem blister pinheiro branco<span> </span>, e<span> </span>grande ácaro bud fel<span> </span>. As flores são hermafroditas e a planta é auto-férteis após polinização por insetos.</p> </body> </html>
V 146 (5 S)
Sementes de Jostaberry (Ribes × nidigrolaria)

Planta resistente ao frio e geada
Sementes de Nespereira (árvore) (Eriobotrya japonica)

Sementes de Nespereira...

Preço 4,50 € (SKU: V 127)
,
5/ 5
<!DOCTYPE html> <html> <head> <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" /> </head> <body> <h2><strong>Sementes de Nespereira (árvore) (Eriobotrya japonica)</strong></h2> <h2><span style="color: #ff0000;"><strong>Preço para o pacote de 5 sementes.</strong></span></h2> <p>A nespereira (Eriobothrya japonica) é uma espécie vegetal da subfamília Maloideae, da família Rosaceae. Apesar do nome, é originária do sudeste da China. Sua fruta, chamada de nêspera, também é chamada ameixa-amarela no Brasil.1</p> <p>É uma árvore pequena, com uma coroa circular e um tronco curto. Pode crescer até 10 m de altura, mas é geralmente menor. Suas folhas são alternadas, simples, de 10 a 25 cm, verde-escuras, de textura rígida e com a borda serrilhada.</p> <p>Diferente das demais árvores frutíferas, suas flores aparecem no outono e início do inverno e seus frutos amadurecem no final do inverno e início da primavera. As flores têm cerca de 2 cm de diâmetro, são brancas, com cinco pétalas, produzidas em cachos com três a dez flores.</p> <p>As frutas da nespereira são ovais, com três a 5 cm, com uma casca aveludada e macia de cor amarelo-alaranjada, às vezes rosada. A polpa é suculenta e doce ou ácida, dependendo da variedade e maturação da fruta. Dependendo da variedade, cada fruta pode conter 1 a 5 sementes de cor marrom (castanha) plenamente desenvolvidas e outras muito mais pequenas que não se desenvolveram. A casca da nêspera é fina e pode ser facilmente puxada quando a fruta está madura.</p> <p>A nêspera é comparada à maçã em muitos aspetos, como a presença de alto teor de açúcar, acidez e pectina. É consumida in natura e combina bem com outras frutas frescas ou em saladas de frutas. Por serem mais firmes, as nêsperas quase maduras são melhores para tortas. As frutas também são muito usadas para geleias e são apreciadas em compotas. Um tipo de nêsperas em calda é usado na medicina tradicional chinesa como expetorante para acalmar a garganta. Nêsperas podem também ser usadas para fazer licor ou vinho. As árvores de nêspera são fáceis de crescer e, por isso, elas também são cultivadas como árvores ornamentais.</p> <p>Como a maioria das plantas relacionadas, a semente e as folhas mais novas são levemente venenosas por conterem uma pequena quantidade de glicósidos cianogénicos que produzem cianeto quando digeridos, mas a pequena concentração e o sabor amargo geralmente previnem que uma quantidade suficiente que possa fazer mal seja consumida.</p> <p>A nêspera foi introduzida no Japão, onde se adaptou em tempos muito antigos, e tem sido cultivada lá por mais de mil anos. Ela também se adaptou bem na Índia e em muitos outros locais. Acredita-se que os imigrantes chineses levaram a nêspera até ao Havaí. Era comum como uma pequena árvore frutífera ornamental na Califórnia em 1870.</p> <p>O Japão é o maior produtor de nêsperas, seguido de Israel e Brasil; nêsperas também são produzidas na Turquia, Líbano, Grécia, sul da Itália, Portugal, Espanha (onde a maior produção de nêsperas é na cidade Callosa d'en Sarrià), no sul da França e norte da África. A ousada textura da folhagem dá uma aparência tropical ao jardim, contrastando bem com muitas outras plantas.</p> <p>A nêspera era frequentemente mencionada na literatura chinesa antiga, como poemas de Li Bai (701-762).</p> <p>Na região Norte de Portugal, a fruta também é conhecida por magnório.</p> <p>Da polpa da nêspera se faz excelentes compotas e das sementes se faz licores finos.</p> <p>Antigamente era usada para fins medicinais.</p> </body> </html>
V 127
Sementes de Nespereira (árvore) (Eriobotrya japonica)

Planta resistente ao frio e geada
Sementes de Musgo-Do-Mar (Chondrus crispus)

Sementes de Musgo-Do-Mar...

Preço 1,95 € (SKU: MHS 101 CC)
,
5/ 5
<!DOCTYPE html> <html> <head> <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" /> </head> <body> <h2><span style="font-size: 14pt;"><strong>Sementes de Musgo-Do-Mar (Chondrus crispus)</strong></span></h2> <h2><span style="color: #f90404; font-size: 14pt;"><strong>P</strong><strong>recio por paquete de 10 semillas.</strong></span></h2> <p><span>Chondrus crispus Stackh., conhecido pelo nome comum de musgo-do-mar, é uma macroalga vermelha (Rhodophyta) abundante nas zonas rochosas das costas europeia e norte-americana do Atlântico Norte. Quando fresca, esta alga é formada por talos ramificados, macios e cartilaginosos, variando em coloração de um amarelo-esverdeado, ao vermelho, ao roxo e ao púrpura-acastanhado escuro. O principal constituinte dos talos é um corpo mucilaginoso, muito rico em polissacarídeos do grupo dos carragenanos, os quais constituem cerca de 55% do peso seco da alga, razão pela qual a espécie é recolhida e processada industrialmente, constituindo uma das principais fontes comerciais de carragenina e a principal alga carraginófita explorada no Atlântico.</span></p> <p><span>C. crispus é uma alga vermelha relativamente pequena, com talos ramificados que atingem pouco mais de 20 cm de comprimento, que quando frescos apresentam uma textura firme e consistência macia e cartilaginosa. Os talos desenvolvem-se a partir de rizoides discoides, que estabelecem ligações fortes ao substrato rochoso onde esta alga ocorre, e ramificam-se de forma dicotómica 4-5 vezes, formando uma estrutura em forma de leque.</span></p> <p><span>A morfologia é muito variável, especialmente no que respeita à coloração e largura dos talos. Em média as ramificações têm 2–15 mm de largura, tendo como principal constituinte um corpo mucilaginoso, composto por polissacarídeos do grupo dos carragenanos, os quais constituem cerca de 55% do peso seco da alga, razão pela qual a espécie é recolhida e processada industrialmente, constituindo uma das principais fontes comerciais de carragenina. Quando fresca os talos variam em coloração de um amarelo-esverdeado, ao vermelho, ao roxo e ao púrpura-acastanhado escuro, descolorando para amarelado quando os talos são exposto à radiação solar direta.</span></p> <p><span>Para além dos carragenanos, o organismo em peso seco é composto por cerca de 10% de proteína e 15% de matéria mineral, sendo rico em iodo e enxofre. Quando amolecido em água, liberta o odor típico das algas marinhas. Quando cozido, os abundantes polissacarídeos da parede celular formam uma geleia que quando arrefece contém de 20 a 100 vezes o seu peso seco em água.</span></p> <p><span>As diversas espécies do género Chondrus são morfologicamente muito semelhantes, sendo de difícil distinção. Também algumas espécies da ordem Gigartinales são morfologicamente muito semelhantes, nomeadamente a espécie Mastocarpus stellatus (Stackhouse) Guiry, a qual apresenta morfologia muito semelhante e ocorre frequentemente em populações mista com C. crispus, mas que pode ser facilmente distinguida pelos seus talos canelados e por vezes a encurvados. Por outro lado, os espécimes cistocárpicos do género Mastocarpus apresentam papilas reprodutivas muito distintas das do género Chondrus,[2] ao que acresce que quando lavados e secos ao sol para preservação, os talos de Mastocarpus ganham uma translucência amarelada e consistência e aspecto córneo.</span></p> <p><span>Os gametófitos de C. crispus apresentam frequentemente uma iridescência azulada e os esporófitos férteis apresentam um padrão de coloração com manchas bem marcadas.</span></p> <p><strong><span>Distribuição e ecologia</span></strong></p> <p><span>Chondrus crispus é de ocorrência comum nas zonas rochosas das costas ocidentais da Europa, em particular na Irlanda, Grã-Bretanha e noroeste da Península Ibérica, mas ocorre desde a Islândia e as ilhas Faroe[3] e as costas ocidentais do Mar Báltico até ao sul da Espanha[2] e às ilhas da Macaronésia, sendo muito frequente nos Açores. Ocorre também nas costas atlânticas do nordeste dos Estados Unidos e do Canadá.[2][4] Existem registos da presença da espécie nas costas da Califórnia e do Japão,[2] mas a ocorrência fora do Atlântico Norte carece de verificação, particularmente porque existem espécies de Chondrus no Oceano Pacífico morfologicamente similares, particularmente C. ocellatus Holmes, C. nipponicus Yendo, C. yendoi Yamada et Mikami, C. pinnulatus (Harvey) Okamura e C. armatus (Harvey) Yamada et Mikami.</span></p> <p><span>C. crispus ocorre em costas rochosas bem expostas à ondulação e sem presença significativa de água doce, crescendo desde o centro da zona entremarés até às zonas rochosas bem iluminadas do zona nerítica. Ocorre com frequência em recifes rochosos e em estruturas bem expostas à ondulação.</span></p> <p><strong><span>Utilização</span></strong></p> <p><span>Chondrus crispus é uma fonte industrial de carragenanos, compostos frequentemente utilizados com espessantes e estabilizante alimentares[6] em produtos lácteos como sorvetes[7] e outros alimentos processados, incluindo produtos de charcutaria. Na União Europeia as carragenanos utilizados como aditivo alimentar são obrigatoriamente indicados no rótulo dos alimentos com os códigos E407 ou E407b. São também usados como espessante em materiais de impressão gráfica (calico-printing) e como clarificantes na confecção de cervejas e de vinhos.</span></p> </body> </html>
MHS 101 CC
Sementes de Musgo-Do-Mar (Chondrus crispus)

Variedade da Rússia

Planta resistente ao frio e geada
Sementes de árvore do paraíso, oleastro (Elaeagnus angustifolia) 2.95 - 1

Sementes de árvore do...

Preço 2,55 € (SKU: T 39)
,
5/ 5
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" /> <div id="idTab1" class="rte"> <h2><span style="font-size: 14pt;"><strong>Sementes de árvore do paraíso, oleastro, oliveira do paraíso (elaeagnus angustifolia)</strong></span></h2> <h2><span style="color: #ff0000; font-size: 14pt;"><strong>Preço para o pacote de 5 sementes.</strong></span></h2> <p>Caracteristicas especiais:  crescimento rápido; porte esférico e irregular; fruto sucolento e coberto por escamas prateadas; raízes horizontais; vive menos de 100 anos</p> <p>Características do fruto:</p> <p>Forma:</p> <p>elipsóide com 1 a 2 cm</p> <p>Nome comum:</p> <p>árvore do paraíso; oleastro; oliveira do paraíso</p> <p>Época de floração:</p> <p>Junho</p> <p>Cor da flor:</p> <p>amarela (prateada por fora), com 0,8 a 1 cm, flores hermafroditas</p> <p>Origem:</p> <p>Oeste da Ásia (amplamente naturalizada desde o sul da Europa até à Rússia)</p> <p>Utilização:</p> <p>ornamental, (apreciada especialmente pela floração)</p> <p>Tamanho</p> <p>Altura:</p> <p>6 m (até 13 m)</p> <p>Diâmetro da copa:</p> <p>2 - 4 m</p> <p>Condições edafo-climáticas</p> <p>Solo:</p> <p>humidade média / seco, ácido (pH 5 a 5,5); textura média</p> <p>Clima:</p> <p>seco; espécie resistente às geadas e ao vento</p> <p>Exposição solar:</p> <p>pleno sol - média luz</p> <p>Características da folha</p> <p>Cor:</p> <p>verde mate página superior com escamas prateadas na página inferior</p> <p>Forma:</p> <p>oblongas ou linear - lanceoladas</p> <p>Tamanho:</p> <p>4 -8 x 1 - 2,5 cm</p> <p>Tipo:</p> <p>Caduca</p> <p>Características do ritidoma</p> <p>Cor:</p> <p>cinzento esverdeado e com algumas manchas prateadas</p> <p>Textura:</p> <p>pouco fissurado, ligeiramente rugoso</p> </div>
T 39 (5 S)
Sementes de árvore do paraíso, oleastro (Elaeagnus angustifolia) 2.95 - 1

Planta resistente ao frio e geada
Sementes de Hera (Hedera...

Sementes de Hera (Hedera...

Preço 2,15 € (SKU: MHS 102)
,
5/ 5
<!DOCTYPE html> <html> <head> <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" /> </head> <body> <h2><span style="font-size: 14pt;"><strong>Sementes de Hera (Hedera helix)</strong></span></h2> <h2><span style="color: #f80404; font-size: 14pt;"><strong>Preço para o pacote de 10 sementes.</strong></span></h2> <p><span>A hera inglesa foi listada pelos cientistas da NASA como a melhor planta filtradora de ar.</span></p> <p><span>É muito boa em absorver toxinas e multiplica-se facilmente por estacas.</span></p> <p><span>Pode ser cultivada em vasos como planta pendente ou apoiada em suporte de xaxim e para revestimento de muros e paredes, bem como para forração em canteiros a pleno sol ou meia-sombra.</span></p> <p><strong><span>É tolerante a geadas.</span></strong></p> <p><span>A hera inglesa é uma trepadeira lenhosa, decídua, de folhagem ornamental e dotada de fortes gavinhas adesivas, que a tornam capaz de se fixar a muros e paredes. Ela pode crescer até 30 metros ou mais, em altura e comprimento, se lhe for oferecido suporte adequado. Suas folhas são simples, alternas, trilobadas, brilhantes e com margens serrilhadas, sendo muito semelhantes às folhas de parreira. Elas surgem em tons avermelhados na primavera, se tornam verdes quando maduras e gradativamente adquirem tons dourados a acobreados no outono, antes de caírem no inverno. Suas flores são esverdeadas e discretas, e os frutos se assemelham a pequenas uvas arroxeadas, dispostos em cachos esparsos.</span></p> <p><span>Esta belíssima trepadeira permite vislumbrar a beleza das diferentes estações do ano, impressa na sua folhagem camaleoa. No jardim ela é indicada para recobrir muros, paredes, troncos de árvores, cercas, entre outros suportes em que possa fixar suas gavinhas. Por recobrir e sombrear paredes ela se torna uma alternativa econômica para suavizar e refrescar as casas, prédios e muros nos verão. Ao contrário da unha-de-gato (Ficus pumila), a hera-japonesa não necessita podas freqüentes para conter seu crescimento. É possível removê-la de muros e paredes caso seja necessário, bastando para isso cortar seu caule principal e aguardar que as gavinhas se degenerem naturalmente, para só então arrancá-la sem danificar a estrutura da parede. Também pode ser conduzida como forração.</span></p> <p><span>Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Seu crescimento é rápido a moderado, sendo de baixa manutenção. Aprecia o clima subtropical e temperado, onde a beleza de suas folhas pode ser apreciada em todas as suas cores. Tolerante à salinidade de regiões litorâneas. Multiplica-se por estaquia e por sementes.</span></p> </body> </html>
MHS 102
Sementes de Hera (Hedera helix)

Planta resistente ao frio e geada

Sementes de Madressilva (Lonicera caprifolium) 1.95 - 1

Sementes de Madressilva...

Preço 1,95 € (SKU: MHS 36)
,
5/ 5
<!DOCTYPE html> <html> <head> <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=UTF-8" /> </head> <body> <h2><strong>Sementes de Madressilva (Lonicera caprifolium)</strong></h2> <h2><span style="color: #ff0000;"><strong>Preço para o pacote de 10 sementes.</strong></span></h2> <p>madressilva, não apenas pelas flores espectaculares ou a exuberância do seu crescimento, a madressilva vai muito para além ao aparecer em lendas ancestrais e mesmo tendo-lhe sido outorgadas propriedades mágicas em certos momentos da história.</p> <p>A madressilva engloba um total de 526 espécies de Lonicera caprifolium, ainda que só 108 são espécies reconhecidas e costumam ser plantas trepadoras de folha caduca com um crescimento rápido e floração contínua desde que o clima se mantenha quente.</p> <p>Do género Lonicera, pertencente à família Caprifoliaceae, a madressilva é uma trepadeira lenhosa originária da China e Japão, sendo muito frequente no sul da Europa.</p> <p>Há uma minoria destas plantas com porte arbustivo e folha perene, o que torna que todo o género Lonicera seja bastante consistente, geralmente.</p> <p>De entre as características da madressilva destaca-se que as folhas são de forma oval, de cor amarelada e verde brilhante no avesso delas e claro, o seu perfume característico.</p> <p>Quanto ao habitat, a madressilva prefere matagais, terrenos baldios, a orla de bosques e montanhas de baixa altitude.</p> <p>Floresce durante todo o período quente, normalmente primavera e verão, de forma que poderíamos dizer contínua. Essas flores dão um aroma muito agradável que é mais subtil de dia e torna-se mais potente de noite. As flores podem ter várias cores, dependendo da espécie e, como veremos no final deste artigo, foram usadas historicamente para diversos motivos.</p> <p>Por último, o seu fruto não é comestível, sendo mesmo tóxico quando consumido em altas doses, portanto, ainda que possa parecer muito apetecível, não é recomendável o seu consumo.</p> <p><strong>COMO CULTIVAR A MADRESSILVA</strong></p> <p>De seguida vamos-lhe dar conselhos para que possa cultivar a madressilva na perfeição. Vamos-nos fixar na localização, no tipo de substrato e fertilizante, na drenagem, na rega, na poda, e até como pode fazer os diversos tipos de sementeira.</p> <p><strong>LOCALIZAÇÃO</strong></p> <p>Uma das características principais da madressilva é o seu rápido crescimento, dado que é uma planta trepadeira, pelo que é quase obrigatório plantá-la ou com uma guia por onde possa trepar, ou perto de uma árvore, uma parede, uma pérgola, etc..</p> <p>Quanto ao sol, é uma planta que necessita de grandes doses de luz, como ocorre com quase todas as plantas de crescimento rápido, mas no caso da madressilva necessita que essa luz lhe chegue filtrada, e não diretamente do sol.</p> <p>Esta parte é muito importante dado que se a expõe a madressilva diretamente aos raios solares o seu crescimento pára quase por completo e pode mesmo perder as folhas, por isso, quando ocorre, é costume colocar grelhas tipo chapéu para as manter saudáveis.</p> <p><strong>SUBSTRATO</strong></p> <p>A madressilva é pouco exigente em questões de substrato — basta um substrato universal tanto nas primeiras fases de vida como quando a planta está assentada, pelo que lhe dará poucos problemas.</p> <p>Em questões de fertilização, de forma análoga, não necessita de grandes quantidades nem de adubo específico.</p> <p><strong>DRENAGEM</strong></p> <p>O solo onde plantar a madressilva deve ter uma drenagem elevada, e isso é especialmente importante se plantar em vaso que, além disso, deve ter um bom diâmetro e profundidade.</p> <p>Com esta planta deve ter sempre em conta que o crescimento tão rápido condiciona que as raízes também vão crescer de forma rápida e, além disso, do espaço necessário, também é muito importante evitar os apodrecimentos.</p> <p><strong>REGA</strong></p> <p>A madressilva necessita de rega periódicas, procurando sempre encharcar o mínimo possível, já que costuma tolerar melhor a seca que o solo sempre húmido, que pode gerar mais problemas.</p> <p>No verão devemos regar a cada 2 a 4 dias, dependendo da temperatura alcançada na sua região, e o resto do ano aproximadamente a cada 5 dias, salvo em climas mais húmidos.</p> <p><strong>PODA</strong></p> <p>Por ser uma espécie de crescimento muito rápido y, além disso, como planta trepadeira, é possível que tenha a sensação de que a madressilva cresce de forma descontrolada, daí que a poda tome uma importância maior nesta espécie.</p> <p>A poda deve ser realizada sempre depois da floração, com o objetivo de preparar a planta para as flores do próximo ano, pois é quando realiza o maior gasto energético. Além disso, devido à floração contínua com a que nos deleita.</p> <p><strong>Existem dois tipos de poda na madressilva:</strong></p> <p>A primeira serve para aligeirar a planta e permitir que o sol chegue a todos os ramos, coisa que quando a madressilva está assentada e tem um bom tamanho não é tão simples como parece, devido à estrutura dos ramos entrecruzados.</p> <p>A segunda serve para guiar a planta – neste caso, realiza-se a poda dos ramos que crescem em direções que não queremos, guiando com isto a planta pela zona que desejar.</p> </body> </html>
MHS 36 (10 S)
Sementes de Madressilva (Lonicera caprifolium) 1.95 - 1